terça-feira, 11 de dezembro de 2007

SOLENES EMBIRRAÇÕES - o lançamento


embirrar - ter aversão; antipatizar; implicar; (...) - in Dicionário de Língua Portuguesa - Porto Editora

Meus caros:
Com toda a pompa e circunstância declaro lançada a nova rubrica do " Algeroz !" que se chamará " SOLENES EMBIRRAÇÕES ". Consiste num exercício de partilha e conto que todos contribuam com a sua quota-parte de esforço.
Embirramos todos , em algum momento, com alguém , alguma coisa ou alguma situação que envolva pessoas e coisas. Embirramos por vezes, suponho, com nós próprios. Quando as embirrações se esfumam, logo nascem outras com uma força redobrada, impossível de controlar. Tornam-se tão nossas que quase não podemos passar sem elas. Uma embirração é mais fascínio que repulsa ( o objecto da embirração atrai-nos como íman)
Exemplo de embirração : embirro com a Catarina Furtado, quando apresenta programas de entretenimento.
Portanto, toca a partilhar embirrações para que eu as publicite aqui ( podem ser anónimas, com pseudónimo ou inicial ). Mandem-me mails, sms, telefonem-me,coloquem-nas nos comentários que eu faço-as aparecer em local de relevo, este, onde estou a escrevinhar. Certo? Acho que sim.
nota - não valem ressentimentos causados por afectos não correspondidos, clubite desenfreada e vinganças a servir bem frias.

5 comentários:

Mário disse...

Coincidência.
Há algo na Catarina Furtado que também me irrita, eventualmente representado naquele sinal.
A classificação (não por culpa dela, sublinhe-s) de "namoradinha de Portugal" sempre me fez urticária.
Salve-se o poema de "Solte-se o beijo", cantado pela Sara Tavares e pelo Nuno Guerreiro.
Uma venum programa em que ela andava à caça do tesouro (chamar-se-ia assim?), desceu do helicóptero e encontrou um grupo de meninos. E perguntou: "qual de vocês se chama cisterna?" - andava à procura de uma "cisterna", indicada no mapa do tesouro...

miguel disse...

bem...eu nem acho que seja estúpida. Talvez que o entretenimento não seja o registo ideal para ela. Mas eu não sei disso.

manuel teixeira disse...

Engraçado, mas também eu tenho uma certa embirração para com a Catarina.
Acho no entanto que fotografa bemsinho e não é necessàriamente coisinha pra se deitar fora...
Até talvez a culpa seja nossa, rapaziada.

av disse...

Também não adoro a Catarina e as suas boquinhas possidónias (embora a ache bem bonita), mas a minha embirração de estimação, mesmo, mesmo, é o comendador metralha. O Berardo, claro.

miguel disse...

Alto Manel: não me estou a fazer esquisito. Comparando a Catarina a um prato, sei lá, um bitoque bem guarnecido, digamos que se comia bem.
Falei dela apenas na sua versão entretenimeno, e , no que me diz respeito, enquanto telespectador.